Rio Branco-AC -


PALAVRAS DO PÁROCO


     Saudações queridos irmãos e irmãs a paz do Senhor Jesus esteja sempre convosco nesse novo mês que o Senhor nos concede.Um abençoado mês de Agosto.
     Como já é algo muito conhecido por nós, a igreja sempre recorda no mês de agosto o mês vocacional por excelência. A cada domingo recordamos uma vocação-chamado de Deus: primeiro domingo a vocação sacerdotal, segundo domingo a vocação da família - o matrimônio, terceiro domingo a vida consagrada, quarto domingo a vocação leiga, quinta domingo dia do catequista, essas são aquelas vocações que mais se destacam dentro da igreja, mas com certeza existem muitos outros chamados vocacionais feitos por Deus.
     A palavra vocação, como já tivemos ocasião de ouvir, significa chamado, um chamado por Deus. Mas todo chamado vocacional não tem o seu fim em si mesmo, ele sempre tem a sua origem em Deus e o fim é sempre para fazer algo. Não podemos esconder esse tesouro só para nós, mas deve ser visto como um dom dado por Deus a serviço do outro. Isso é muito importante sabermos, pois algumas pessoas acham que se estão de bem com Deus o resto não importa. Uma vez li algo muito interessante de São Camilo de Lellis e que faz a gente pensar muito no nosso chamado: "Na época da terrível inundação do Rio Tibre em Roma, em 1598, enquanto Camilo procurava salvar os doentes, percebeu que estava faltando um religioso. Este, chamado pelos companheiros para o trabalho pesado, havia se desculpado, dizendo que estava fazendo o seu turno de adoração diante do Santíssimo Sacramento. Camilo lhe mandou dizer que, se ele não descesse imediatamente até o térreo que estava inundado para carregar nas costas os doentes e salvá-los, poderia sair imediatamente da ordem, pois não sabia o que fazer com um religioso que adorava Cristo presente na Santa Hóstia, mas não conseguia reconhecê-lo presente nos irmãos necessitados". Essa verdade dita por São Camilo de Lellis pode nos causar espanto e pode até surgir um sentimento de revolta, como um santo poderia dizer aquilo a um irmão de comunidade? Do meu ponto de vista São Camilo tem razão, pois como dizia, todo chamado é para que estejamos a serviço de algo ou de alguém, Deus não nos daria um Dom se esse não fosse colocado a serviços dos outros como o próprio Jesus disse: "Pois, o Filho do Homem não veio para ser servido. Ele veio para servir, e para dar a sua vida como resgate em favor de muitos" Mateus 20,28. Vejam só, Jesus pensava do mesmo jeito que Camilo pensava, então será que Jesus Cristo também está errado?
     Meus amigos e amigas, devemos hoje pensar, como estou vivendo esse chamado vocacional? E pergunto ainda, porque vemos tantas pessoas em crise vocacional? Será que não está faltando algo a mais nas suas vidas, será que não precisamos estar mais atentos as necessidades dos outros e se colocar a serviço do próximo, pois o Senhor Jesus disse na parábola dos Talentos: "Porque, a todo aquele que tem, será dado mais, e terá em abundância. Mas daquele que não tem, até o que tem lhe será tirado" Mateus 25,29. é meus irmãos e irmãs temos que fazer os nossos talentos produzirem frutos, do contrário o dom, segundo aquilo que o mestre Jesus falou, será tirado.
     Diante do que foi dito até agora, não precisamos temer, pois o Senhor conhece os nossos corações e intenções, sabe o quanto nos esforçamos a fazer frutificar o dons que recebemos de Deus para o bem do todo. Assim, peça nesse mês vocacional que o Senhor vos ajude a viver cada vez mais a vossa vocação. Paz a todos.

Frei Antônio Eugenio Chemim